segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

MANIPULADORES DA FÉ



Não gosto muito de ler livros escritos a cristãos. Primeiro porque acho as histórias muito pessoais,  e segundo no meu entendimento as histórias  podem influenciar significativamente no entendimento da Palavra principalmente se colocado como regra de fé.

Porque vejamos. Certo dia minha filha emprestou um livro que havia comprado em sua igreja a mãe para que lesse. Quando após ler algumas páginas, minha esposa me chamou e disse que o livro era extremamente manipulador com ensinamentos errôneos e de péssima qualidade.

Comecei então folheá-lo e me alarmei com o seu conteúdo. Onde a sua mensagem era dirigida por vezes a um povo mentecapto e por vezes ensinando  lideres de igrejas em como manipular a sua membrezia.
Falo do livro LEALDADE E DESLEALDADE escrito pelo bispo DAG HEWARD-WILLS, publicado pela central gospel do pr Silas Malafaia.

Uma vergonha, ele trata a ovelha como um objeto obsoleto descartável, que se não serve mais. Que se  não concorda com a liderança, joga-se fora, para não contaminar o rebanho, contrariando assim a parábola do joio se no caso esta pessoa estivesse realmente errada.

Para ele é um perigo o crente pensar e ter discernimento do certo do errado. No seu entendimento a ovelha deve dizer amém para tudo o que o líder da igreja diz ou faz, independente se estiver certo ou errado, ou se for bíblico ou não. Erroneamente ele ensina que o líder da igreja deve ser bajulado, adorado e inquestionado em todas as suas decisões. 

De todos os maus ensinamentos que ele introduz em seu livro o que mais me chamou a atenção foi na pag 189 onde ele ensina como os lideres devem evitar os perigos da traição. E dá com o exemplo errado de um membro ao sair de uma igreja a saída de Jacó da casa de Labão e por causa disso quase foi amaldiçoado por Labão.

“ E Jacó logrou a Labão, o arameu, porque não lhe fez saber que fugia. E fugiu ele com tudo o que tinha, e levantou-se e passou o rio; e se dirigiu para a montanha de Gileade. E no terceiro dia foi anunciado a Labão que Jacó tinha fugido “. Gênesis 31:20-22. Jacó fugiu, pois não queria ser mais uma vez enganado.

Primeiro que, Jacó não saiu da casa de Labão de modo errado. E sim, a mando de Deus ( Gn 31.3 – E disse o Senhor a Jacó, torna a terra de seus pais e a tua parentela, e Eu serei contigo ).
Jacó começa a ser engando por Labão quando após acertar em trabalhar durante 7 anos de graça pela mão de sua filha Raquel. Passados 7 anos Labão engana Jacó entregando-lhe a sua filha mais velha em casamento. Quando Jacó reclamou, Labão mandou que trabalhasse mais 7 anos de graça, e depois mais 7 anos.

Agora te pergunto meu irmão: quem estava certo e quem estava errado nesta história. Então quer dizer que o seu pastor usa a igreja como se fosse sua propriedade, não dá satisfação a ninguém e ainda não quer ser questionado. Se é você que o sustenta com sua ofertas e dízimos. Saiba de uma coisa. Nenhuma igreja sobrevive sem as ovelhas, O pastor é um líder espiritual sem proveitos pessoais, ele tem que dar sua vida as ovelhas e não suga-las ou banilas. A sobrevivência de um pastor depende das ovelhas. O pastor só é pastor se houver ovelhas.

Labão era tão mau caráter que Deus teve que intervir e mandar Jacó para casa pois estava sendo explorado descaramente. Como fazem a maioria dos lideres religiosos. Exploram os seu membros  como se fossem seu empregados. Muitos deles não querem almas para Jesus e sim pessoas que lhe sustentam e digam amém aos seus devaneios e deleites.

Eu poderia ir mais adiante, mas ficarei por aqui, Te oriento meu amado, a ter apenas como regra de Fé a Palavra de Deus.

Se você já leu este livro, apague de sua memória as suas orientações perniciosas, pois são tendenciosas e manipuladoras. Se ainda não leu, jogue fora este lixo que só vai  fazer mal ao seu entendimento e a sua comunhão com Deus. Questione os ensinamento que você está tendo dentro da sua igreja pois Deus quer que você aprenda Dele o que é certo. Cito a você este versículo:

“Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo”. Colossenses 2:8