segunda-feira, 8 de abril de 2013

Sertão nordestino brasileiro


O abandono do sertão nordestino pela igrejas brasileiras

Uma pergunta que não me deixa em paz é: Porque o nordeste não é evangelizado.
Descobri algumas barreiras que impedem a evangelização. Entre elas podemos ver:

1) Dinheiro

Quando falamos em dinheiro, logo ficamos alerta. Mas porque dinheiro, se as igrejas arrecadam milhões de reais mensalmente. Para onde então vai este dinheiro. Muito simples. Missões não está na coração dos administradores da maioria das igrejas. Um simples motivo. Não trás retorno financeiro a igreja.
Fazem projeto de missões, ai eu pergunto, e as almas que são buscadas são para Jesus ou para a denominação religiosa. Erustidamente o pensamento é fazer a sua denominação crescer.
Quando se aplica na implantação de igreja, em todos os projetos de igrejas, existem o pensamento de retorno financeiro em determinado tempo. Ou seja, Escolhe-se , o lugar e faz-se uma estatística de aplicação financeira de um determinando tempo. Ou seja: se junta o gasto com missionário, aluguel, compra de moveis, equipamentos e pronto espera-se o retorno para um ou dois anos.
Então porque não aplicar no nordeste, muito simples. Não haverá retorno financeiro para a igreja. Primeiro o povo é extremamente pobre. Depende do governo federal para sobreviver. Seria inviável enviar ajuda de custo, mantimentos, tanto para missionário como para o povo. Então chegamos a esta conclusão: As igrejas estão preocupadas com o seu crescimento desde que aja retorno financeiro. As almas que pereçam. 
Quando alguma igreja resolve aplicar no nordeste, esta aplicação é em partes, ou seja: Cria-se uma agência missionária e arrecada-se novamente do povo em forma de contribuição missionária. Os dízimos jamais são usados pois tem que se manter milhares de obreiros na boa vida alegando a dignidade do obreiro em ser bem pago. Agora pergunto: E as almas não deveriam serem alimentadas também. Deus vai cobrar a desobediência ao IDE.

2) Falta de missionário

Estamos com uma falta muito grande de verdadeiros missionários, principalmente da responsabilidade daqueles comissionados por Deus. As pessoas normalmente não querem sair de seus lares de seus afazeres e alegam que já contribuem com a obra de Deus com suas ofertas. Deus tem comissionado milhares de pessoas para trabalharem em prol das almas mas os seus projetos pessoais tem os afastado do objetivo maior que é a evangelização.

3) Despreocupação com as almas

Se você já é induzido nas igrejas a se preocupar com a sua vida familiar social e financeira, como terá tempo em pensar em buscar almas. O que vemos diariamente são milhares de pessoas buscando uma igreja atrás do que esta está oferecendo, como dinheiro, aquisição de bens, encontros amorosos, passatempo etc. Deus busca verdadeiros adorares. Somente este tem a preocupação em evangelizar. Temos dois lados hoje na implantação de igrejas. Aqueles que implantam com a intenção de viverem dela e outros implantam com a intenção de crescimento do Reino de Deus. Este último deveria também estar no sertão nordestino, mas aí esbarra no fator financeiro.

4) Despreparo das igrejas:

Criam-se muitos departamentos dentro de uma igreja com a finalidade da liturgia. O principal que é o missionário é deixado de lado.
Precisa-se criar urgentemente nas igrejas cursos preparatórios a Missiologia. Destinar uma porcentagem da arrecadação de dízimos a este departamento como se faz numa empresa. A preocupação maior é pagar os obreiros e seus gastos com construção e aluguel de templos, mas não se preocupam com a missão. E quando se fala em missão, procura-se criar outra fonte de arrecadação, pois o que se tem já está empenhado. Enquanto não houver a chama missionária na igreja o sertão nordestino e outras localidades ainda não evangelizadas continuarão sofrendo.

Pela misericórdia de Deus ainda existem homens preocupados com almas. Que Poe a mão no bolso e faz acontecer. Homens que mesmo na dificuldade cumprem o IDE do Senhor. Graças a Deus, que por causa deste homens não é 0% o número de evangélicos no sertão nordestino e sim um pouco menos de 1%. Mas vamos em frente o Senhor é conosco. O que poderia levar 10 anos para evangelizar muitas almas levará 30 anos, mas evangelizaremos para honra e glória do Senhor.

DEUS VAI COBRAR NO GRANDE DIA.