sábado, 11 de agosto de 2012

Caráter Cristão


Vejamos o que diz o apóstolo Paulo em 1º Tm 3.3:
Paulo define os critérios que qualificam pessoas para liderança  na comunidade eclesiástica. Todas as características mencionadas dizem a respeito ao caráter. Parece que Deus está muito mais preocupado com a integridade pessoal dos líderes do que com a instrução, a eloqüência ou o carisma destes lideres. E isto é verdade para os dias de hoje. Deus tem razão em se preocupar, pois os que temos no meio cristão na sua maioria são maus caracteres liderando o povo.
 Se formos um pouco mais adiante em 2º Tm 3.1-9, Paulo fala sobre a extrema corrupção dos últimos tempos.

O surgimento de falsos mestres e instrutores e a decadência moral cada vez maior que os acompanha são fatos comprovados na nossa era cristã.

 Para tal Paulo relaciona uma lista de características destes falsos cristãos.

Amantes de si mesmos, avarentos: ( 1 º Tm 6.10 ) O egocentrismo encabeça esta lista de más atitudes. 

Blasfemos: Indivíduos abusivos e irreverentes sem respeito por Deus e pelas pessoas
Desobedientes: Os que infringem os mandamentos de Deus.

Ingratos, profanos: Deus requer e deseja de nós exatamente o contrário.

Sem afeto natural: Denota a pessoa desafeiçoada, tanto no que se refere a amigos e conhecidos, quanto a cônjuge, parentes, pais e filhos ( Rm 1.31 )

Irreconciliáveis: Os que se  mostram  nada dispostos a chegar a um entendimento razoável com as outras pessoas, implacáveis sempre.


Incontinentes: São aqueles sem autocontrole, contrastando com o fruto do espírito ( Gl 5.22,23 )

Orgulhosos, Os soberbos ( 1º Tm 6.4 ). Mais amigos dos deleites. A busca constante e quase exclusiva da satisfação própria se torna o deus de muitos.

 A Aparência de piedade : É uma aparência externa e de falsa reverência a Deus. Negando a eficácia dela, ou seja, da piedade, refere-se a atitude de cunho religioso, não ligada a um vivo relacionamento com Cristo.

Introduzem pelas casas: Os indivíduos religiosos vazios dos VS 2-5 usavam e usam de engano para serem ouvidos, fazendo amizade e penetrando nos lares e famílias, Levam cativas, usa  de  expressão militar da época, referente a fazer prisioneiros de guerra. A imagem de combate espiritual está clara aqui. Mulheres néscias vaidosa ou ingênuas, são sempre  alvo destes falsos mestres.

Será manifesto o seu desvario: O caráter vazio e a religião vazia dos falsos mestres serão por fim, expostos como tais, pois nossas ações são simplesmente fruto de nossos pensamentos.

A igreja de Jesus foi orientada quanto a estes facínoras que exploram o evangelho, mas parece que o povo gosta de ser enganado. Os que não são manipulados por estes; são colocados de lado e sobre eles é recaído  o peso da rebeldia, desobediência, ingratidão, murmuradores e assim por diante.

Meus amados, Tenham, mantenham os seus princípio morais e éticos, por que mesmo que os outros não lhe honrem, mas Deus está vendo a sua vida e se não for aqui neste mundo, lá no seu paraíso, você será honrado.